Tag Archives: Miranda do Douro

Há muitos anos que não temos férias…

 

Criar um Centro de Turismo Rural Inclusivo, porque? Equacionam-se muitos/as, no conforto da consciência mordaz de num vir a precisar de descançar. O cansaço do cuidador informal existe e não pode ser um tabu. O síndrome da avestruz (enviar a cabeça na areia) também já não pode, nem deve justificar a hipocrisia da crítica dos que apenas falam de inclusão.

Nao me falem de inclusão. Façam-na. E neste projeto, tal como em todos os outros eu também a quis fazer, mas mal a “malta” soube que nestas colónias iam “coexistir” pessoas COM e SEM deficiência, trataram de anular a inscrição dos filhos/as, não fosse a deficiência pegar-se!

Marimbei-me para o conceito, sem nunca o esquecer. O nosso centro não é um gueto, mas se “os outros” não se querem misturar, azar. Estas pessoas merecem o melhor que lhe possamos dar.

E foi a pensar nelas que o projeto do “Centro de Turismo Rural Inclusivo ” da Associação Leque se edificou e continua a crescer. Depois recebemos mensagens assim:

“Ola Dra. Celmira, ainda não tive oportunidade de lhe agradecer pela semana que proporcionou ao meu irmão. É incrível a relação que vocês estabelecem com eles assim como as atividades. Vocês de facto cativaram o meu irmão e isso nem todos os técnicos conseguem ainda hoje se lhe perguntar se quer ir pra piscina ou se quer voltar para vocês ele diz logo que sim….

Graças a vocês conseguimos uns dias de descanso pois há 5 anos que não tínhamos férias, desde que comecei a trabalhar só tinha férias em agosto e como em agosto a instituição do meu irmão fechava, acabávamos por ficar por casa… já não conhecíamos o conceito de férias.

Mais uma vez elogio o seu trabalho, fiquei a admirá-la ainda mais, pois a forma como nos recebeu, como lidava com os miúdos é algo que não se vê em todos os presidentes de associações.

Tenho pena e entristece-me que no nosso país as mentalidades sejam pequenas ao ponto de não se apoiar a nível estatal e de não se replicar uma instituição como a leque, e se continue a investir e a replicar instituições que servem apenas como “depósitos” onde se coloca lá os miúdos e os idosos e eles ali ficam à espera da morte. A mim enquanto educadora social essa espécie de instituições revoltam-me, chocam-me sou mesmo contra…

Mais uma vez um bem-haja e continue com essa força e felicidade porque esta área, estes pais/famílias precisam de instituições como a leque e de pessoas como você…. bjs e até qualquer dia.”

Diana Moreira


 

Eu é que agradeço ❤ todos os dias por me permitirem abraçar os vossos filhos/as!

 

Vejam como foi:

 

Captura de ecrã 2015-11-15, às 13.05.56

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2015-08-23-Ferias-inclusivas-em-Miranda-do-Douro

Kiss, kiss. Bang, bang!

celmira