5 passos para ser um formador/a de sucesso

 

Já pensou porque é que os pais/mães têm alguma renitência em frequentar formações? Será que existem estratégias para os “prender” à formação que queremos que frequentem e entendemos como importante?  Eu acredito que sim! As dicas que apresento em seguida vão dirigidas aos formadores que queiram otimizar as suas competências como formadores de famílias e cuidadores de pessoas com Necessidades Especiais, no entanto, e como são muito abrangentes podem ser utilizadas em qualquer formação.

c

Primeiro Passo: Cative

O início da formação é determinante no efeito a ter nos formandos/as, pelo que se recomenda dar particular atenção à primeira sessão. O segredo da conquista dos formandos/as, à laia do que foi escrito no eterno livro de Antoine de Saint-Exupery (2008), O Princepezinho, é cativar. Os formandos/as têm de ser cativados desde o primeiro dia. Devem sentir que dia após dia cada sessão será igualmente interessante e desafiadora. Logo na primeira sessão deve ser estabelecido, em conjunto, um compromisso de frequência, bem como se devem dar a conhecer a estrutura da formação e regras a seguir.

Quanto ao formador/a, é importante que seja uma pessoa empática, simples, com sentido de humor, com capacidade de comunicar e sobretudo de ouvir. Os formandos/as devem sentir que são ouvidos e compreendidos, sem culpas ou acusações. Nenhum formador/a terá a capacidade de passar uma mensagem positiva e normalizante das pessoas com necessidades especiais, se ele próprio não acreditar nisso – este será seguramente o primeiro percurso de um formador/a na Escola de Pais.nee.

O mesmo se refere à aplicação do Programa de Educação Emocional. O formador deve, no momento da formação, dominar esta área e estar bem consigo próprio, ou seja apresentar-se estruturado ao nível emocional, pois no decorrer da formação, existirão momentos que sendo dolorosos para as famílias, requerem do formador um grande domínio e gestão emocional, nomeadamente quando se falar do impacto do diagnóstico e das questões do luto. Certos de que esta imersão ao mundo da família trará ao formador muitos ganhos, enquanto pessoa e enquanto cidadão.

h

Segundo Passo: Avalie!

No sentido de dar credibilidade á sua formação avalie! Deve definir logo no inicio da formação, quais as melhores formas de avaliação e respetivos instrumentos. O mesmo se refere às atividades, muitas resultam com um grupo, mas nem sempre são eficazes com outro.  mediante as especificidades encontradas no conjunto de indivíduos que frequentam a escola e que define o seu todo. Será este ajuste que ditará o sucesso de cada formação, em cada contexto específico.

 

Terceiro Passo: Faça uma boa gestão do tempo e do espaço

Deve ser escolhido um lugar que assegure a privacidade dos formandos/as. Estes devem sentir-se livres de expressar as suas ideias, sem distratores e sem serem interrompidos. As cadeiras devem ser cómodas. A disposição das mesas e cadeiras deve ser circular, pois assim oferece igual importância a todos os elementos, incluindo o formador/a. Ninguém está em vantagem, na formação estão todos no mesmo patamar. Esta colocação também facilita que as discussões sejam mais francas, mais abertas, porque cada pessoa pode facilmente ver o outro. Se o local não permitir a colocação circular das mesas, deverão ser colocadas em forma semi-circular. É muito importante que os formandos/as possam ver-se uns aos outros.

A hora deve ser a mais conveniente para os pais/mães e para o formador/a. As sessões à noite ou em horário pós laboral, são as mais convenientes. Sugerimos o horário entre as 18h30 e as 21h30, uma vez por semana. Assim os pais/mães terão tempo para refletir sobre as suas próprias necessidades e também para aplicar algumas estratégias sugeridas. A experiência indica-nos que os formandos/as manifestam dificuldades em sistematizar algumas ideias se foram tratadas demasiado rápido, por isso, mesmo que as atividades estejam programadas, o importante é que haja tempo para a reflexão e partilha entre todos.

A formação deve decorrer ininterruptamente durante os seis meses, ou seja, não aconselhamos interrupções superiores a duas semanas, primeiro, porque se perde o ritmo, depois, porque os pais/mães terão mais dificuldade em reajustar a formação na rotina familiar. O período ideal para a realização da formação será iniciar, por exemplo, em Janeiro para terminar em Julho.

 

Quarto Passo:Tenha em atenção o tamanho do grupo

Os benefícios do programa de formação parental são maiores quando cada formando pode fazer perguntas sobre o conteúdo; participar nos exercícios e no treino das habilidades; sintetizar o que aprendeu e o que se pensa fazer; partilhar as suas dúvidas e os seus problemas. Para que isto seja possível é sempre necessário gerir o tempo da formação, portanto os grupos devem estar limitados a 20 elementos.

 

Quinto Passo: Aposte na partilha entre pares

Deve-se lembrar aos formandos/as que o seu contributo é sempre válido, não existem respostas erradas, todas estão de acordo com o objectivo traçado, que é partilhar. Assim como, a exposição dos seus problemas na discussão de grupo, não é sinal de incapacidade como pai: pelo contrário, indica o desejo de melhorar e a vontade expressa de aprender. É importante que se enfatize que os temas tratados na Escola de Pais.nee se baseiam nos problemas típicos, com que se confrontam a maioria dos pais/mães.

 

Foi útil? Espero que sim!

 

Kiss. kiss. Bang, Bang!

celmira

 

 


Nota/  Informação retirada do Livro: “Escola de Pais.NEE- Guia de Formação Parental no âmbito das NEE” (Macedo, 2012) Edições Pedago. À venda na Associação Leque.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s